cozinha de pensamentos

::.. Escrever é um ócio trabalhoso ..:: -- Goethe

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Da colheita às festividades

Na terra da Promessa, na antiguidade, bem como hoje, raras vezes chovia na época da colheita. Mas o rio Jordão transbordava suas margens por causa das chuvas tardias no começo da primavera e das neves derretidas dos montes do Líbano. O clima é quente na época da colheita, tornando uma nuvem de orvalho bem refrescante.

Nas vizinhanças de Jericó, começava-se a colher o linho no 12º mês Adar - fevereiro/março - ou em princípios de Nisã - março/abril. As hastes de linho eram arrancadas e depois estendidas para secar.

A seguir vinha a colheida da cevada, no mês de Nisã. Ao passo que a colheita da cevada continuava nas colinas da Palestina, nas planícies seguia-se a colheita do trigo, começando o mes de Zive, ou Íliar - abril/maio. Daí no mês de Sivã - maio/junho -, realizava-se a colheita do trigo nas terras altas. O ceifeiro, segurando as hastes do cereal com uma mão, cortava-as com uma foice.

O mês de Tamuz - junho/julho - trazia as primeiras uvas maduras, começando a vindima (colheita de uvas) do mês de Ab - julho/agosto -, épocaem que as olivas também estavam maduras nas baixadas. Durante o mês de Elul - agosto/setembro -, fazia-se a vindima geral, as tâmaras estavam maduras, as romãs estavam amadurecendo e os figos de verão eram colhidos. A colheita geralmente terminava por volta do mês de Etanim ou Tisri - setembro/outubro -, embora talvez ainda se recolhessem olivas na Galiléia setentrional no mês de Bul, ou Chesvã - outubro/novembro. Colhiam-se as olivas por bater os galhos da árvore com um pau.

Eram três as principais festividades de Israel que estavam diretamente associadas com a colheita: A Festividade dos Pães Não-Fermentados; A Festividade das Semanas, ou Petencostes; e, A Festividade das Barracas, ou do Recolhimento. Estas festividades encerravam a parte principal do ano agrícola de forma alegre, visto que a colheita, em geral, já havia assim sido completada.

No período dos meses de Tisri a Nisan reiniciava-se o trabalho de cultivar o solo. Esse trabalho começa(va?) no 15º dia de Tisri, que é aproximadamente dia 29 de setembro no nosso calendário.

É interessante observar 0 ciclo da colheita para entender o processo criativo. A variada produção de linho, cevada, trigo, uvas, romãs, tâmaras, figos e olivas é de encher a boca e os olhos. Mas ainda não dá pra desperceber que o recolhimento desses frutos são dolorosamente obtidos com cortes de foices ou pauladas. É o famoso no pain, no gain!

Inaugurei este blog com dois projetos anteriores meus, escritos respectivamente em setembro e outubro de 2006. E felizmente volto a produzir neste mês de setembro 2007. Desde o último projeto, meu mundo mudou significativamente. Isso significa que muitas coisas boas estão por vir, a serem assimiladas, traduzidas e assentadas por escrito. Já que este processo se dá desordenadamente para mim, não espere um cronograma de tópicos, mas uma enxurrada de idéias, suor, lágrimas e risos. Espero produzir muitas "tâmaras e figos" além do que celebrar muito a boa colheita!

Mas como indica o calendário para este mês Tisri a se iniciar, mãos à obra é a ordem!